Exposição “Ninfas: as almas da floresta”

220

Artista plástico da Síria traz para Curitiba obras inspiradas nas Ninfas

Um universo feminino bem particular que mantém a juventude sempre em evidência

Doutor em História da Arte, Arquitetura e História Antiga pela Universidade de Damasco, na Síria, Ayman Esmandar abriu a exposição “Ninfas: as almas da floresta” que tem o objetivo de demonstrar o anseio do artista em deixar um legado sobre a cultura, arte e mitologia desenvolvidos no Oriente Médio, especialmente no território historicamente habitado pelos fenícios. A mostra fica aberta de 24 de julho até 07 de setembro, no Espaço de Arte Francis Bacon, com entrada franca.

As Ninfas da mitologia grega exercem um fascínio em seus admiradores, pois são conhecidas como divindades que habitam locais da natureza como lagos, cachoeiras, montanhas, campos e florestas. A mostra apresenta 25 obras em aquarela e acrílicas com técnicas de aquarela que revelam muito desse universo. Para Ayman Esmandar essa técnica é a que traduz melhor a estética da natureza, com sua realidade colorida. “O visitante desta exposição vai encontrar pinturas feitas com muita dedicação e qualidade, visando proporcionar aos amantes de arte brasileiros um trabalho influenciado pelas correntes artísticas situadas no Oriente Médio, particularmente na Síria”, destaca o artista.

Para Ayman, divulgar os seres do mundo mitológico fenício-grego é uma oportunidade única de apresentar obras de um trabalho que tem muito a revelar, “o enquadramento artístico é uma preocupação mais do Ocidente, mas para fins didáticos, podemos situar essas obras como pinturas neoimpressionistas”.

Segundo o crítico de artes Francisco Lima, do Rio de Janeiro, Ayman Esmandar traz para apreciação um tema essencialmente mitológico e de cunho iminentemente romântico, que povoa ao longo da história tanto a imaginação dos poetas quanto a dos pintores. “Ayman Esmandar deseja que suas pinturas tragam de maneira renovada um pouco desta nostalgia da voz da natureza que ecoa em cada um de nós, porém, sem deixar em segundo plano o valor do conteúdo crítico, que tem para a nossa contemporaneidade, a sua temática”, ressalta Francisco.

Sobre o artista:

Possui graduação em Belas Artes (1994), mestrado em Belas Artes (2003) e doutorado em História da Arte (2009), todos os cursos pela Damascus University da Síria. Publicou em revistas científicas especializadas na Síria e realizou trabalhos e exposições de arte em vários países. Atualmente é guia de turismo cultural na cidade do Rio de Janeiro e realiza trabalhos freelancer de pintura e palestras sobre temas históricos e artísticos gerais, do Oriente Médio e sobre as antigas civilizações fenícia e egípcia, da Grécia e Roma.

 Serviço:

Exposição Ninfas: as almas da floresta

Data: de 24 de julho até 07 de setembro de 2018.

Local: Espaço de Arte Francis Bacon – Ordem Rosacruz (AMORC)

Endereço: Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri – 82515-260 – Curitiba, Paraná.

Entrada: Franca

Horário: de terça a sexta-feira das 13h30 às 17h.

Facebook: https://www.facebook.com/espacoartefrancisbacon/