Ordem Rosacruz
Uma Antiga Sabedoria para um Mundo Novo

Palestra: Leão Hebreu e Francisco de Holanda: Humanismo, Amor e Criação

82

Data: 10 de agosto – Horário: 14h30.

Evento de parceria entre a URCI e Grupo de Pesquisa Investigações em Poéticas Visuais da Unespar/Embap.

 

Local: Auditório H. Spencer Lewis. (Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri).

Palestrante: Teresa Lousa. Doutora em Ciências da Arte e do Patrimônio (2013) pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, onde leciona desde 2009 como Professora Auxiliar Convidada. É investigadora Integrada do CHAM- FCSH, Univ. Nova de Lisboa, onde é vice-coordenadora do Grupo de Investigação em Cultura, história e pensamento ibéricos e ibero-americanos.

Sinopse: No quadro amplo do humanismo português existem duas figuras que serão sem dúvida as mais internacionalizantes: Leão Hebreu e Francisco de Holanda. Sem sabermos ao certo se o segundo leu o primeiro, o fato é que existem fontes e um pano de fundo cultural comuns aos dois autores.

Nesta apresentação daremos especial ênfase à teoria do Amor que é o aspecto do pensamento de Leão Hebreu ao qual os seus contemporâneos mais estiveram sensíveis e pode dizer-se que foi através do seu livro Dialoghi d’amore que este autor atingiu uma popularidade pouco comum para um português em pleno Renascimento. O conceito de Amor encontrará uma narrativa fértil que deixará rasto em vários artistas, humanistas e filósofos, nomeadamente no próprio Francisco de Holanda que expressa a sua leitura do Amor tanto na sua obra teórica como artística.

Público: para a comunidade em geral.

Acesso: 1 kg de alimento não-perecível ou 1 produto de higiene.

Local: Auditório H. Spencer Lewis – Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri.